fbpx

12 Curiosidades sobre o ballet Giselle que você precisa saber

O ballet Giselle é um dos ballets de repertório mais famosos e mais queridinhos entre bailarinas e bailarinos pelo mundo desde que foi criado. Mas será que você sabe todas essas curiosidades sobre ele?

1) Giselle foi feito após de seu libretista, Theóphile Gautier, ler um livro escrito por Heinrich Heine, um poeta bastante conhecido por suas poesias líricas. Seu livro, “De l’Allemangne” era sobre uma lenda alemã em que os espíritos das noivas que morreram antes do casamento e atraíram seus noivos para a floresta para então dançarem até a morte.

2) É o ballet mais famoso da Era Romântica, mas não foi o primeiro. La Sylphide foi o primeiro ballet desta época e também ajudou a inspirar o libreto, a história de Giselle. E depois de La Sylphide, foi um grande sucesso da Ópera de Paris.

3) Foi um ballet criado para a bailarina Carlota Grisi, a primeira bailarina que de fato o dançou, e fez dela um grande sucesso.

4) Foi o marido de Carlotta Grisi à época do ballet, Jules Perot, quem coreografou os solos de Giselle para a esposa, embora não tenha tido os créditos originais por este fato. As demais coreografias foram de Jean Corali.

5) Quem dançou pela primeira vez ao lado de Grisi interpretando Albrecht foi ninguém menos que Lucien Petipá, o irmão mais velho de Marius Petipá.

6) Adolph Adam, seu compositor, fez toda a música de Giselle em APENAS TRÊS SEMANAS! (Também já vi quem diga que foi em apenas uma! Mas o que importa é que foi em bem pouco tempo).

7) No libreto original de Gautier, as Willis eram cada uma de um país diferente, e inicialmente Adam compôs músicas para cada uma delas nos seus estilos nacionais. Mas quando o ballet foi se desenvolvendo, essa ideia foi abandonada, mas algumas das composições musicais originais foram retidas. Havia, por exemplo, uma wili francesa, que dançaria um minueto, e uma alemã que dançaria uma valsa.

8) Em algumas versões, ao invés de Giselle dançar até a morte ela se mata com a espada de Albrecht ou morre por causa de seu coração fraco após saber que Albrecht a enganou duas vezes: uma por não ser um camponês,  mas um nobre e outra por ser comprometido a outra mulher, Bathilde.

9) Foi o primeiro ballet que foi dançado nas pontas por todo o corpo de baile. O primeiro ballet em que se dançou nas pontas foi La Sylphide. Mas nele apenas a primeira bailarina, Marie Taglioni, quem interpretava o papel principal, dançou de sapatilha de ponta.

10) O ballet Giselle teve em 1840 a sua estreia mundial na Ópera de Paris. Apenas 9 anos depois, o ballet foi dançado aqui no Brasil. Mas não foi por bailarinos brasileiros. Quem dançou aqui primeiro foram os bailarinos Anna Trabatoni e Eugène Finart, casal de bailarinos italianos que vieram para cá junto à Companhia Lírica Italiana e dançariam no teatro que hoje conhecemos como Teatro João Caetano aqui no Rio de Janeiro (lembrem-se que ainda não existia o Teatro Municipal do Rio de Janeiro).

11) Jules Perrot iniciou sua própria versão de Giselle para o Imperial Theater, tendo Marius Petipá como seu assistente em 1848. Mas em 1884, Petipá criou a sua própria versão e em 1903 Anna Pavlova foi a sua Giselle. Nesta versão, Petipá incorporou uma música adicional e criou a variação de Giselle do Primeiro Ato que conhecemos hoje.

12) Nem só versões mais tradicionais têm o ballet Giselle. Em 1984, Arthur Mitchell, primeiro solista afro-americano do New York City Ballet, reformulou a versão tradicional do ballet europeu para o Dance Theater of Harlem, uma companhia de dança que prioriza bailarinos negros. Mitchell criou assim, o que ficou conhecido como o ballet “Giselle Crioulo”, com algumas mudanças no enredo e na coreografia. Seu ballet é ambientado na Lousianna durante a década de 1840 e possui um elenco afro-americano. Durante esse período, o status social dos negros libertos era medido pela distância que a família de uma pessoa era da escravidão . O personagem de Giselle é mantido o mesmo; sua maior alegria é dançar. Albrecht é agora Albert e os Wilis são os fantasmas de jovens que adoram dançar e morrem de coração partido.

 

Por: Juliana Xavier



A Petite Danse quer enviar conteúdos exclusivos para você!

Entre na nossa lista de e-mail e comece a receber agora mesmo conteúdos feitos para Professores, Alunos e Donos de Escolas.

Sucesso! Enviamos um e-mail para você, verifique seu SPAM