A chance de se tornar um aluno da Petite com bolsa integral chegou e você não pode perder

As inscrições do projeto social estão abertas e vão até o dia 15, para candidatos de 13 a 18 anos, e dia 22, para crianças de 8 a 12 anos

Finalmente chegou o momento mais aguardado do ano: as audições do Projeto Social Dançar a Vida. O programa é a chance perfeita para você que sonha em se tornar aluno da Petite Danse, mas sempre pensou que seria algo impossível.

O projeto é uma iniciativa da Petite que foi fundado pela nossa diretora artística Nelma Darzi em 1999, criado para realizar o sonho de muitas crianças de se tornarem grandes bailarinos clássicos. Através dele você concorre a uma bolsa de estudos integral na Petite, orientações de carreira e atendimento médico.

Antes de fazer sua inscrição, vem entender primeiro os requisitos para participar: para ser candidato, você deve ser estudante e ter matrícula ativa em escolas de rede pública (municipal ou estadual), ter uma renda familiar de até 2 salários mínimos e ser apaixonado por ballet.

Se você se encaixa nessas condições e sonha em ser bailarino inscreva-se através deste link. As inscrições são divididas em duas categorias:

– Para crianças de 8 a 12 anos e;

– Para candidatos de 13 a 18 anos.

Para participar do projeto, as crianças de 8 a 12 anos devem preencher o formulário de inscrição até o dia 22/01 e comparecer na unidade da Tijuca da Petite para a audição presencial no dia 28 de janeiro às 13 horas. Clique aqui para se candidatar.

Já para quem tem de 13 a 18 anos, além de preencher o formulário, o candidato deve gravar um vídeo contendo uma sequência de barra de ballet clássico com duração de até 4 minutos que deverá ser enviado junto com a inscrição até o dia 15/01. A audição presencial desta categoria também acontecerá na unidade da Tijuca no dia 21 de janeiro às 13 horas, mas só participará quem for aprovado na primeira etapa. Acesse aqui para se inscrever.

As inscrições estão abertas para todo o Brasil!

Muitos alunos do projeto social se tornaram grandes bailarinos como Alysson Rocha que está na Dortmund Ballet na Alemanha, Letícia Dias que se tornou bailarina da Royal Ballet em Londres, Denilson Almeida que estava na escola da Royal, mas agora é bailarino contratado da companhia londrina e Mayara Magri, a primeira solista da Royal Ballet. Além desses grandes bailarinos na Europa, temos ainda Daniel Deivison, bailarino da San Francisco Ballet, nos Estados Unidos.

Está em dúvida sobre como acontece o projeto “Dançar a Vida”? Vou explicar, ele é realizado através de doações que são importantes para mantê-lo vivo, além de muito amor e carinho de todos nós da Petite. Se você quiser ser um parceiro e ajudar o projeto doando para realizar o sonho de mais crianças clique aqui.

Quer saber mais sobre o projeto? Assista este vídeo para conhecer dois alunos das últimas edições do “Dançar a Vida”:

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a gente
Enviar via whatsapp