A roupa dança com você

Quem é bailarino ou já teve que usar figurino alguma vez na vida sabe que escolher a roupa certa ou a errada pode acabar com a sua performance, apesar de toda dedicação e ensaios. Agora imagina pensar nas roupas ideais para um festival com a importância do Prix de Lausanne, que mais do que uma competição é uma grande vitrine para que jovens talentos possam receber convites para escolas renomadas do mundo inteiro.

Neste ano de 2022, a Petite Danse está indo pela terceira vez ao evento, levando sua sexta aluna, a Luciana Sagioro. E, para facilitar a escolha certeira dos looks para aulas, ensaios e treinamentos, dessa vez a Só Dança fez uma parceria diferente para definir e ajustar as roupas de acordo com as necessidades individuais da Luciana. Os critérios que foram usados para essa definição podem ajudar qualquer bailarina a ter uma escolha mais certeira do look ideal para ajudar no desempenho de um evento ou até mesmo de uma aula. Então vamos a eles:

  • Corpo da bailarina – o primeiro e mais importante de todos os critérios! Entender o que a bailarina prefere valorizar no seu corpo e as necessidades de sustentação e faz você conseguir optar pela grossura da alça, a cava da parte de baixo, o estilo de decote, etc. No caso da Luciana, ela prefere alcinhas finas e a parte debaixo cavada, do jeito que ela está acostumada a vestir no dia a dia de aulas e ensaios.
  • Conforto – de que adianta ficar lindo no corpo se não é confortável, pinica ou incomoda? É fundamental que a bailarina sinta conforto com a roupa que veste, afinal ela está ali para não atrapalhar ou ser uma coisa para tirar o foco do mais importante: a dança.
  • Cor – essa decisão é muito pessoal e varia de acordo com o que a bailarina gosta de vestir. A Luciana Sagioro optou por trazer collants para o Prix de Lausanne das cores que mais gosta, em tons que combinassem com seus tutus de ensaios e outros adereços.
  • Material – collants próprios para o uso na dança têm a composição de tecido específico para ajudar a bailarina a ter sua melhor performance e não sofrer danos com os movimentos típicos da modalidade. Todos os da Só Dança tem tecnologia pensada para os bailarinos.

E como durante nossa transmissão do festival vocês curtiram demais ver os looks da Luciana, a gente pediu para ela fazer uma seleção de alguns que ela ama – e que trouxe na mala – lá no site da Só Dança para compartilhar com vocês! É só clicar:

Fotos: Prix de Lausanne / Rodrigo Buas e Gregory Batardon

WhatsApp
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.