Os benefícios da dança de salão para a terceira idade

Não é segredo para ninguém que, quando chegamos à terceira idade, a tendência é que o corpo humano vá perdendo o tônus muscular aos poucos. Além disso, o equilíbrio, a memória e as funções motoras também podem ser afetados. Porém, praticar dança de salão pode ajudar muito os idosos. Conheça os benefícios da dança de salão para a terceira idade.

Os benefícios da dança de salão para a terceira idade

Fonte: Pixabay.

Trabalhar o corpo: muitos problemas de saúde estão associados ao sedentarismo, muito comum na terceira idade. Afinal, com o passar do tempo, é natural a pessoa ir perdendo o pique que tinha quando era mais novo e passa a fazer cada vez menos exercícios. A prática da dança de salão na terceira idade pode ajudar a manter o indivíduo ativo e com mais resistência.

Fortalecer os músculos: é comum idosos perderem não só o tônus como também a massa muscular, o que muitas vezes acarreta a perda da força. Problemas hormonais podem acelerar essa perda, que é muito natural com a chegada da idade. Porém, a dança de salão pode fazer com que essa perda não aconteça tão rapidamente, mantendo o idoso mais saudável e forte.

Melhorar o equilíbrio e a agilidade: o sedentarismo também acarreta perdas no equilíbrio e agilidade. Por isso, manter-se sempre em movimento pode ser fundamental para os idosos. Ter uma melhor estabilidade motora ajuda a evitar quedas, que são tão comuns na terceira idade e acabam gerando fraturas e recuperações dolorosas.

Melhorar a respiração e a circulação: a dança de salão não é considerada uma atividade de impacto, mas mesmo assim ela estimula o corpo e leva a certo esforço, que faz com que o idoso tenha um controle maior sobre sua respiração. Além disso, devido ao esforço, a circulação sanguínea é estimulada, o que ajuda a manter o coração mais saudável.

Os benefícios da dança de salão para a terceira idade

Fonte: Wellow Pages.

Ajudar a memória: tentar se lembrar de um passo pode ser um desafio para uma pessoa da terceira idade. Porém, ao praticar dança de salão, com o passar do tempo, o cérebro vai sendo estimulado e o esforço físico ajuda a mantê-lo mais bem oxigenado, o que faz muito bem para a saúde. Logo o idoso se lembrará não só dos passos, como de uma coreografia completa!

Diminuir o estresse e a ansiedade: é comum que idosos apresentem quadros depressivos, estresse e ansiedade, principalmente se a pessoa foi muito ativa no passado e encontra-se parada há muito tempo. Porém, a dança de salão, por ser uma atividade alegre e prazerosa, faz com que o corpo produza mais endorfina, dopamina e serotonina, hormônios responsáveis pela regulação do humor e do prazer.

É importante para a socialização: uma reclamação comum entre idosos é eles se sentirem muito sozinhos e participar de atividades em grupo, como aulas de dança de salão, podem ajudar na socialização da pessoa. Assim, ela passa a conhecer outras pessoas da mesma faixa etária e tem a chance de fazer novos amigos.

Ajudar na manutenção da saúde mental e corporal: um corpo em equilíbrio ajuda a manter a mente em equilíbrio, e isso pode ser fundamental para qualquer idoso. Como a dança de salão é uma atividade muito prazerosa, ela ajuda a manter o organismo equilibrado, evitando tanto doenças físicas, como hipertensão, quanto mentais, como ansiedade e depressão.

Dança de salão

Fonte: Keyword Suggestions.

Vale ressaltar que, apesar da dança de salão ser indicada para todas as idades e inclusive estimulada para a terceira idade, uma avaliação médica pode ser fundamental antes de se iniciar as atividades. A dança de salão pode ser praticada por pessoas sem qualquer preparo físico, tudo vai depender de sua motivação e seu interesse em relação à atividade que se propôs a desenvolver.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.