Fotos perfeitas de dança? Temos!

Separamos três dicas da criadora do Meia Ponta para você melhorar suas poses de ballet em ensaios fotográficos

A fotografia é um ótimo meio para o bailarino ver melhor o seu desenvolvimento técnico e artístico, além de colocá-lo em prática e ter a chance de fazer registros lindos. Conversamos com Carol Lancelloti que é bailarina, fotógrafa e criadora do blog Meia Ponta para dar dicas sobre a fotografia no mundo da dança e contar como um bailarino pode melhorar suas fotos.

Carol (@carollancelloti) acredita que fazer ensaios fotográficos com poses de dança a ajudaram no meu desenvolvimento como bailarina. “A fotografia faz com que a gente se enxergue mais, entenda melhor nossas qualidades técnicas e melhores ângulos. É um exercício poderoso que pode melhorar a autoestima e nosso autoconhecimento”, diz Carol.

Na hora de tirar fotos, o bailarino precisa se conhecer, entender as potencialidades, limites do próprio corpo e entender como você gosta de ser retratado. “Afinal, um retrato pode e deve expressar quem você é, ainda que seja uma foto de dança”, fala Carol. Sendo assim, o que deve estar em evidência na foto é o que o bailarino tem de melhor, variando de acordo com o conceito, o ângulo, a proposta ou a finalidade da imagem.

Muitos bailarinos podem se questionar se existe lugar perfeito para uma foto com pose de ballet e, para Carol, isso vai do estilo e da visão artística do fotógrafo; mas o bailarino pode se fotografar dançando onde quiser, porque como ela mesmo diz: “a dança em si é uma arte muito versátil e que complementa quase todo ambiente”. 

Carol também lista duas coisas que não podem faltar num ensaio fotográfico de dança: conceito e bom senso. “Conceito no sentido de: o que aquela foto quer passar? Qual história ela conta? E bom senso no sentido de entender quais figurinos ou maquiagens são mais adequados em certos lugares”, explica.

Por fim, Carol conta que o bailarino pode pensar nas poses vendo referências e mais referências! “Eu não começo nenhum processo criativo sem pesquisa. Da mesma forma que os bailarinos assistem vídeos no YouTube para entender e escolher uma melhor variação para um festival, assim é com a fotografia”, explica ela. 

Você precisa pesquisar poses e tipos de corpos parecidos com o seu, para entender se consegue reproduzir aquela pose ou movimento de forma saudável e tecnicamente correta. É o que eu sempre digo: não adianta pegar uma foto da Zakharova se você não tem aquela altura de perna, por exemplo.

Carol Lancelloti

E para você arrasar nas suas fotos com poses de dança, temos três dicas da Carol! 

Dica 1 – Para os bailarinos iniciantes, a dica é ter alguém com você, seu(sua) professor(a) ou um(a) bailarino(a) mais experiente para ajudar nas poses e na técnica. “Nesse caso, menos é sempre mais: poses simples, poses sentadas, mais carão e menos tentativa de atingir uma técnica que você ainda não tem. Já tirei muitas fotos lindas em quinta posição, por exemplo, ou apenas fazendo um movimento de braços, ou sentada em uma pose que valorizava minha perna e meus pés”, conta Carol.

Dica 2 – Já para quem tira fotos, mas deseja melhorar, Carol incentiva o bailarino a ter mais autoconhecimento, coragem de experimentar e melhorar a relação com o espelho; para saber o seu melhor ângulo e as melhores qualidades técnicas, observando com mais carinho e menos julgamento. “Todo mundo tem algo de bom, uma qualidade técnica, uma parte do corpo que gosta mais. De nada vai adiantar focar apenas nas referências que você não consegue imitar”, diz ela.

Dica 3 – E para quem deseja realizar um ensaio fotográfico com um profissional, escolha um fotógrafo que esteja acostumado a fotografar e assistir dança. “Fotografar dança é uma especialidade. Quem não tem esse olhar, acaba muitas vezes se desentendendo com os bailarinos, pois quem dança quer sua melhor versão técnica na foto, enquanto o fotógrafo não sabe distinguir isso e acaba escolhendo a foto que ele mais gostou”, explica Carol.

Além dessas dicas, separamos algumas referências de ensaios fotográficos realizados pela Carol Lancelloti com alguns de nossos alunos para você se inspirar na hora de tirar fotos de um jeito bem bailarinístico! Veja:

Se você desejar saber mais sobre a técnica de fotografia dentro do mundo da dança e como melhorar cada vez mais, pode adiquirir o ebook COMO SE FOTOGRAFAR MELHOR da loja Meia Ponta por aqui! E para ganhar 10% de desconto, use o cupom PETITE10. Não perca esta oportunidade!

WhatsApp
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.