Como criar os figurinos e cenários para um espetáculo?

Esta é uma etapa importante da produção do espetáculo, pois através deles que o público se sentirá parte da história

As escolas de dança criam seus espetáculos de final de ano para oferecerem a oportunidade de seus alunos experimentarem a vida artística e mostrar no palco tudo que aprenderam durante aquele período. Aqui na Petite amamos cada momento do evento, por isso, vamos compartilhar como nós criamos esse momento tão especial através da confecção dos figurinos.

Nossa diretora artística, Nelma Darzi, já contou que as etapas do processo de criação de um espetáculo são: a escolha do tema junto com o planejamento financeiro, a distribuição de turmas e coreografias, a escolha das músicas, a criação dos figurinos, a montagem da cenografia e, por último, os ensaios gerais antes da apresentação. E neste post, iremos falar sobre a quarta etapa, que é o desenvolvimento dos figurinos e do cenário.

O desenvolvimento dos figurinos e cenários de uma apresentação são a quarta e quinta etapa do processo de criação de um espetáculo, respectivamente.

Nelma conta que após ter definido a temática do espetáculo, desenvolver o roteiro e definir os temas das coreografias por turma; ela realiza uma reunião com a figurinista e cenógrafo para explicar o roteiro, assim eles saberão como que as roupas e o cenário ajudarão a contar a história.

Esta é uma etapa importante da produção do espetáculo, pois é através dos figurinos e do cenário que o público será ambientado no enredo e se sentirá parte da história. Para saber mais sobre a importância do figurino numa apresentação de dança, clique aqui!

Depois da reunião com a figurinista e o cenógrafo, Nelma diz que começa a criação dos protótipos dos figurinos, que depois passam por uma aprovação e revisão caso necessário, assim como os layouts dos cenários. Primeiro criamos um modelo digital do que pensamos para o cenário, depois enviamos para o cenógrafo que desenha o layout, que após ser aprovado vira o cenário que será usado na apresentação.

Através dos figurinos e do cenário o público é ambientado no enredo e se sentirá parte da história que está sendo contada num espetáculo ou apresentação.

Nelma também conta que a fase de tirar medidas dos dançarinos é a última etapa, pois a figurinista já saberá como serão as roupas então ela poderá medir as bailarinas de um jeito mais detalhado. E, a partir desse momento, começam as montagens dos cenários e a confecção dos figurinos.

Por fim, nossa diretora reforça que é importante pensar na ideia dos figurinos junto com a ideia da cenografia, pois um complementa o outro. Sendo assim, a criação do cenário pode ser feita ao mesmo tempo que a confecção dos figurinos.

Assista o nosso vídeo para conhecer a história por trás dos figurinos do espetáculo “Os Saltimbancos”:

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a gente
Enviar via whatsapp