Circo, teatro, repertório, yoga e muito mais: conheça as novas modalidades da Petite Danse

Durante a sua evolução, a dança sempre recebe novos estilos e nossa grade de horários acompanha as novidades

Assim como tudo à nossa volta, a dança também se desenvolveu ao longo dos anos. No início, o ser humano criava ritmos com a batida sincronizada dos pés e das mãos e, anos mais tarde, a dança ganhou um caráter teatral.

Conforme o tempo passava, a dança evoluía cada vez mais, houve uma divisão e criação de danças locais, depois surgiram as danças em pares, como a valsa e o tango, já na época do rock’n’roll, a revolução das músicas fez com que a dança se adequasse ao ritmo que tocava nos rádios, criando novamente um novo estilo.

Com toda a mudança ao longo da história, muitos gêneros de dança foram criados como: a dança do ventre, o samba, o ballet e a salsa. E graças a troca cultural presente na sociedade, hoje podemos aprender todas as danças que quisermos.

Pensando na ampliação do currículo de seus alunos, a Petite Danse trouxe novas modalidades para sua grade neste ano de 2021, são elas: as Variações de Repertório, Aula de Circo, Teatro Musical, Yoga e Preparação para Dança.

“Para qualquer pessoa fazer aula de dança, não se exige muita coisa, basta apenas a vontade da pessoa de fazer. Qualquer pessoa, de qualquer idade e sexo pode fazer dança, o mais importante é ela se identificar ao estilo.” – Nelma Darzi

Nossa diretora artística, Nelma Darzi, contou que com toda a evolução da dança e a criação de novos estilos, como escola de dança, temos que observar essas tendências e ir agregando essas modalidades aqui na escola. “O benefício que eu posso oferecer aos alunos é uma diversidade maior, assim eles vão ter um leque maior de opções para escolherem qual praticar”, afirma Nelma.

A diretora também explica que é muito importante que os bailarinos que pretendem seguir carreira profissional façam outros estilos, porque as maiores companhias de escola de dança do mundo, como a Royal Ballet, não trabalham somente com ballet clássico. Atualmente, eles têm incluído em suas coreografias uma nova dinâmica que exige potência, força, agilidade e velocidade do bailarino. Nelma fala que ao fazer aulas de diversos gêneros, o repertório de movimentos do bailarino vai se ampliando e com isso vai facilitar no momento de uma audição.

Além de conhecerem novas áreas do mundo da dança, os bailarinos da Petite vão poder se aprofundar ainda mais nos ballets de repertório. Os alunos de ballet clássico já aprendiam sobre os repertórios, mas poucos faziam as variações, pois somente os alunos com mais facilidade física que participavam das aulas e ensaios dessas variações.

Nelma conta que criar uma turma separada para as variações de repertório dá oportunidade para os alunos que estudam e que não são solistas de participarem. “É necessário que eles estejam fazendo aulas nas turmas de segundo e terceiro médio ou adiante, para já terem os fundamentos do ballet e um nível técnico que são essenciais para executar as variações de repertório”, Nelma ainda explica que as bailarinas precisam ter, de preferência, três anos de experiência com as sapatilhas de ponta.

Além das variações de repertório, a Petite trouxe para seus alunos a chance de fazerem aulas de Circo, no qual aprenderão acrobacias que ajudam o aluno a desenvolver elasticidade, equilíbrio e a ganhar força, mas também trará muita diversão. O Teatro Musical também é uma nova modalidade que todos estão mais do que convidados a fazer, mas se você quiser relaxar e ter o seu momento de concentração, não perca tempo e faça sua matrícula para as novas aulas de Yoga.

A aula de Preparação para Dança é destinada a crianças a partir de três anos. No plano de curso para essas aulas estão incluídos conteúdos que ajudarão a criança a desenvolver habilidades motoras, sociais e cognitivas. Nelma explicou que dentro das aulas de dança infantil o aluno aprende sobre noção espacial, a dinâmica de movimento, equilíbrio, musicalidade, consciência corporal e até a dramatização.

Nelma conta que o mais importante para uma criança fazer aulas de dança é criar o hábito de fazer uma atividade física desde pequena. “Isso perpetua por toda a vida, a tornando um adulto que vai ter o hábito de praticar atividades, mesmo que não seja a dança”, conta a nossa diretora.

Se você se interessou por nossas novas modalidades, clique aqui e veja qual a melhor unidade e horário para você!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a gente
Enviar via whatsapp